Fazer graduação na Europa é mais simples e barato do que você imagina: listamos 8 países

 em Intercâmbio na Europa

Fazer uma graduação na Europa não é tão burocrático e caro quanto você imagina. Duvida?

A partir de USD 1500 anuais, você consegue até estudar medicina, em outro país. E tem mais: há uma gama de nações, como Russia, Austria e Itália, que mesmo não tendo o inglês como língua oficial oferecem cursos em inglês.

Abaixo, listamos 8 países em que você pode fazer graduação sem gastar muito. Todas instituições que fazem parte do top 100 mundial

1.Russia

A Russia oferece cursos como Medicina, Engenharia e Odontologia com custos extremamente acessíveis, entrada facilitada e programas totalmente em inglês. E não precisa fazer teste de proficiência (como TOEFL e IELTS). É o país de pensadores como Dostoiévski.

2. Finlândia

Um dos países com a melhor qualidade de ensino do mundo, a Finlândia além de facilitar a vida do estudante o insere no mercado de trabalho e possibilita, após formado, residência permanente.

3. Austria

O país tem as universidades com mais prêmios Nobel, os programas vão de Medicina a Pedagogia e custos médios de 1490 euros por ano. Os cursos são em alemão.

4. Itália

Não é novidade que gente como Galileu e Da Vinci sejam italianos. É lá que fica as universidades mais antigas e bem ranqueadas do planeta. Ela oferta cursos a partir de 3 mil euros anuais e oferece um diploma que vale na Europa inteira, EUA e Oceania. Além disso, no Brasil vários programas são convalidados.

5. Espanha

Assim como Itália, a Espanha brilha no ensino superior mundial com as universidades mais antigas e bem ranqueadas.

6. Portugal

Em Portugal dá para entrar na universidade com a nota do ENEM, tem cursos a partir de 1000 euros por ano e oferta programas tanto em inglês quanto em português.

7. Alemanha

Os programas podem ser gratuitos em instituições públicas e chegam no máximo a 10 mil euros por mês. A Alemanha está no top 10 da Europa.

8. França

São diversas áreas com custos em média de 2.770 euros, por ano. Há um investimento do governo francês voltado aos estudantes internacionais. A França bate recorde: oferta mais de 1.400 possibilidades tanto em inglês quanto em francês.

Para mais informações, clique aqui.

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar